Pense num vinho

A foto de abertura mostra a Lu na beira do rio sendo servida com uma taça de Oro Vecchio, vinho laranja da Leone di Venezia, um dos rótulos de altitude que fazem parte de nossa adega.

A foto abaixo mostra uma taça do estupendo Maestrale 2007, cabernet sauvignon da Sanjo, na frente da salamandra da Casinha. Ao ar livre ou no aconchego de uma das cinco unidades da Pousada, o vinho é sempre uma excelente companhia.

De tempos em tempos nós visitamos vinícolas de altitude para conhecer e escolher os rótulos que estão e estarão nas cartas anuais da Pousada. A que está em curso é composta por 14 exemplares da Serra de Santa Catarina, meia dúzia de outras regiões do Brasil e cinco importados, sendo que quatro destes são orgânicos ou veganos. A consultoria para a formação da adega é da someliére Regina Essenburg, da Essen/Decanter.

São muitos os locais que convidam para um vinho em Pedras Rollantes. Um deles, sem dúvida, é a Cozinha ao Ar Livre, onde a Lu, o Tarcísio, a Tieme e o André curtem o início da noite entre conversas. A foto mostra também, pendurado na árvore, o “piano de garrafas”, inusitado instrumento musical que está afinado em uma escala em dó maior.

Não há restrições para que tragam seus vinhos preferidos para os degustarem aqui, como fizeram a Yasmine e a Gabi durante o piquenique no deque na beira do Rio das Águas Frias. Mas se ainda não conhecem os vinhos de altitude, vale muito a pena apreciá-los. Você vai se surpreender. E se tiver dúvidas, podemos ajudar na escolha.

Outro local perfeito para curtir um vinho no friozinho que se aproxima é junto do fogo de chão montado em frente aos Estúdio Enxaimel. Quando os hóspdes chegam em Pedras Rollantes encontram pelo menos duas garrafas de vinho em cada uma das unidades da Pousada, junto com a carta que apresenta quase todos os vinhos que temos na Adega. É só escolher.

Quase, porque aqui perto de Pedras Rollantes, em Paraíso da Serra, uma comunidade que faz juz ao nome, vive um casal de vinhateiros diletantes. A Marta e o Luis Alberto plantam, cultivam, colhem, amassam e colocam a fermentar a alquimia de uvas que fazem do Bodega do Paraíso um vinho pessoal, magnifíco e de produção limitadíssima. Com sorte, quando você estiver aqui, poderá degustar a bebida feita como antigamente e que, segundo eles, “será o que as vinhas quiserem que seja”. Mas tem que pedir, pois ele não está e não estará nas cartas.

O vídeo que pode ser assistido ao tocar na imagem acima, apresenta os cinco rótulos da Vinícola Leone di Venezia, de São Joaquim, que fazem parte da carta 2022. Para ver todos os 25 vinhos, mais as cervejas, os licores, os queijos e outras delicias que estão à disposição dos hóspedes na Delicatesse de Pedras Rollantes, toque aqui:

Onde estamos e quem somos

A Pousada faz parte do Sítio Pedras Rollantes, onde também produzimos citros sob condução orgânica certificada. São 28 hectares, ou 280 mil metros quadrados, com apenas cinco unidades autônomas e independentes.

 

A estadia mínima preferencial é de duas noites, os horários são super flexíveis, crianças até 12 anos é grátis, pets são muito bem-vindos e nós entregamos os alimentos para que os hóspedes preparem todas as suas refeições. Elas podem ser feitas tanto nas cozinhas completas de cada uma das unidades como nas cozinhas ao ar livre.

Chegar em Pedras Rollantes é muito fácil. São apenas 100 km entre Florianópolis e Alfredo Wagner, pela rodovia BR 282, estrada ladeada por paisagens de tirar o fôlego. O portão que dá acesso às Casa está a 2,7 km do centrinho da cidade e o dos Estudios, apenas 4,3 km. Ambos os caminhos são estradas boas em qualquer clima e para qualquer tipo de automóvel. É perto do centro e longe do agito.

Eduardo, que recebe nos Estúdios, Lu e Tarcísio, que recebem nas Casas.

Nós moramos aqui e somos nós mesmos que recepcionamos e atendemos os hóspdes nas suas necessidades durante as estadias. O Eduardo mora no andar superior da Casa Enxaimel e recebe quem vem para os Estúdios. A Lu e o Tarcísio, que moram na casa verde que está na foto anterior, recebem e cuidam de quem vem para ficar em uma das Casas

“Pense em Pedras Rollantes quando pensar… ”

nas estrelas
no friozinho
nas Clemenules
num vinho
nas crianças
nos pets
nos amigos
num rio
na amplidão
no trabalho remoto
em tudo isto e mais um pouco

Navegue por todo o site:

As Casas – Os Estúdios – Delicatesse – TV Pedras Rollantes – O Sítio – Contato

Até breve