Pense nas estrelas

O “Seguro da Lua Cheia” garante que quem estiver em Pedras Rollantes na noite em que ela aparece mais exuberante e as nuvens não permitirem que ela seja admirada, o vinho escolhido de nossa carta para brindar a sua aparição não será cobrado.

E o ar aqui é tão limpo que antes, durante ou após o vinho, ou até sem vinho, quando ela está cheia, dá até para ler. E quando são as estrelas que comandam o espetáculo, é possível caminhar pelo sítio sem lanterna ou outra iluminação artificial.

Em fevereiro de 2017 o Eduardo, que é quem recebe os hóspedes nos Estúdios, fez esta foto acima a partir da sacada da Casa Enxaimel. Ela mostra a face Norte do céu sobre Pedras Rollantes. Embaixo está o conjunto de luzes da Casa da Lu e do Tarcísio, que cuidam das Casas, e a iluminação da estrada interna do Sítio que leva para a casa da cama e a casa Torta. logo acima, a luz alaranjada denuncia que um carro está transitando na BR 282 e, à direita, a antena repetidora de operadoras de telefonia celular e de internet à rádio que atendem Alfredo Wagner.

Em meados de dezembro de 2016 a chuva de meteoros Geminidas ocupava o noticiário. Como Pedras Rollantes é um lugar privilegiado para ver estas coisas, publicamos o convite nas redes sociais utilizando a foto obtida pelo Tarcísio da sacada do quarto de sua casa, que fica exatamente em frente da Casa Enxaimel. O espatáculo foi assistido na madrugada do dia 14 pela Rejane e pelo Daniel, que vieram para a Casa Torta pela primeira vez.

Já o reclame acima, publicado em julho de 2021, tinha dupla função: convidar para assistir aqui a conjunção de Lua, Júpiter e Saturno, que aconteceria dali a um mês, e apresentar o link da página no site da Pousada que traz diversas fotografias noturnas obtidas pelo Eduardo e pelo Tarcísio, que é este:

https://pousadapedrasrollantes.com.br/fotografias/#Noturnas

A foto, também do Tarcísio, mostra que Jupiter já andava de papo com a Lua, enquanto aguardavam a chegada de Saturno. E, coincidentemente, a Rejane e o Daniel estavam aqui novamente.

No segundo final de semana de março de 2020 foi inaugurado o forno de pizza da Cozinha ao Ar Livre. As três Casas e os dois Estúdios estavam ocupados por amigos de Mariana, que organizou aqui o reencontro de amigas que dividiram moradia estudantil em seus tempos de Universidade, alguns bons anos antes. A noite estava espetacular e eles foram os últimos hóspedes que recebemos em Pedras Rollantes antes do fecharmos por causa da pandemia. Aquele final de semana é inesquecível para todos nós.

Esta é a Casinha e o vinho grátis, se a Lua Cheia não aparecer na noite combinada, é para quem se hospedar nela. A foto mostra a “maravilhosa” nascendo numa noite de verão. Com o passar dos meses, ela se posiciona cada vez mais ao Sul até que, no solstício do inverno, surje exuberante bem na frente das varandas da Casinha.

Como estamos num vale, a Lua sempre aparece um pouquinho mais tarde, pois precisa vencerr as montanhas. A sensação é a de que ela está bem perto, que quase dá para tocá-la com as mãos. Consulte um calendário lunar e escolha a fase da lua que você mais gosta para passar umas noites em Pedras Rollantes.

O vídeo que pode ser visto ao clicar na imagem acima, mostra o eclipse total da acorrida na nite de 15 de maio e madrugada de 16 de maio, visto a partir de Pedras Rollantes. E mais algumas luas regitrada aqui entre 2016 e 2022.

Onde estamos e quem somos

A Pousada faz parte do Sítio Pedras Rollantes, onde também produzimos citros sob condução orgânica certificada. São 28 hectares, ou 280 mil metros quadrados, com apenas cinco unidades autônomas e independentes.

 

A estadia mínima preferencial é de duas noites, os horários são super flexíveis, crianças até 12 anos é grátis, pets são muito bem-vindos e nós entregamos os alimentos para que os hóspedes preparem todas as suas refeições. Elas podem ser feitas tanto nas cozinhas completas de cada uma das unidades como nas cozinhas ao ar livre.

Chegar em Pedras Rollantes é muito fácil. São apenas 100 km entre Florianópolis e Alfredo Wagner, pela rodovia BR 282, estrada ladeada por paisagens de tirar o fôlego. O portão que dá acesso às Casa está a 2,7 km do centrinho da cidade e o dos Estudios, apenas 4,3 km. Ambos os caminhos são estradas boas em qualquer clima e para qualquer tipo de automóvel. É perto do centro e longe do agito.

Eduardo, que recebe nos Estúdios, Lu e Tarcísio, que recebem nas Casas.

Nós moramos aqui e somos nós mesmos que recepcionamos e atendemos os hóspdes nas suas necessidades durante as estadias. O Eduardo mora no andar superior da Casa Enxaimel e recebe quem vem para os Estúdios. A Lu e o Tarcísio, que moram na casa verde que está na foto anterior, recebem e cuidam de quem vem para ficar em uma das Casas

“Pense em Pedras Rollantes quando pensar… ”

nas estrelas
no friozinho
nas Clemenules
num vinho
nas crianças
nos pets
nos amigos
num rio
na amplidão
no trabalho remoto
em tudo isto e mais um pouco

Navegue por todo o site:

As Casas – Os Estúdios – Delicatesse – TV Pedras Rollantes – O Sítio – Contato

Até breve